quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Reconhecendo Elementos Decorativos #parte 1

Oiê pessoal :)

Esse post e o próximo serão praticamente uma continuação do post: Decorar... Por onde começar?
Então se você gostou continue lendo que temos muito mais para aprender :)

Para que você se sinta mais confiante na hora de escolher a decoração, existem alguns exercícios que você pode seguir para deixá-lo mais seguro sobre o que deseja para sua casa.
Sempre que entramos em contato com algo novo e desconhecido, é preciso estudo, pois só por meio de muita pesquisa e observação é que vamos nos sentir confortáveis em dar os primeiros passos e também em ousar. Por isso, há dicas sobre como navegar por esse terreno ainda desconhecido.


• Pesquise sobre diversos estilos decorativos e paletas de cores e marque o que agrada a você.
• Visite casas de construção, lojas de móveis e decoração, feiras de artesanato e antiguidades, showrooms, mercados de pulgas, brechós, antiquários, casas de tintas e casas de pessoas cuja casa admira por algum motivo. Anote em um papel os elementos que mais gostou, os valores e as associações. Depois, reflita sobre o motivo pelo qual gostou dessas peças.
• Leia revistas e livros sobre o assunto, intere-se das tendências e estilo. Observe, nas imagens desses materiais, como se formam a composição dos ambientes, se você se sentiria confortável com determinada iluminação que você se interessou, se determinada disposição dos móveis seria útil para suas necessidades etc.
• Repare em detalhes. Às vezes o que faz a diferença em alguns lugares não são os móveis ou as cores, mas o tipo de luminária, os adereços em um aparador, a cor das xícaras, o formato dos copos.

Lembre-se de que quando falamos em decoração, estamos falando de tudo o que compõe uma casa, por isso até os imãs de geladeira podem ser fundamentais aqui.
• Se possível, converse com um profissional. Um profissional desse ramo pode ajudar você a nomear suas vontades e necessidades, adequar seus sonhos às suas realidades, combinar elementos mais ousados etc.
Lembre-se que esse é um processo ainda bastante informal, ou seja, você está saindo de um estado de não conhecimento para um estado de familiaridade – com móveis, estilos, gostos e preços. Por isso, depois de seguir essas dicas, reflita sobre suas visitas, observações, leituras e conversas:
• Quais são as cores que eu gosto? Prefiro cores quentes ou frias, claras ou escuras?
• Gostei dos espaços com várias cores ou ainda prefiro espaços monocromáticos?
• Quais são os ambientes que vi e mais gostei?
• O que me chamou a atenção nesse ambiente?
• Quais os móveis que eu achei mais curiosos, legais, ou adequados? Os mais modernos ou os que pareciam móveis antigos? Os mais arredondados ou os mais retilíneos? Os com ornamentos ou os lisos?
• Quais foram os adornos com os quais eu mais me simpatizei? Foram aqueles mais divertidos ou os antigos? Gostei daqueles artesanais ou daqueles que apresentavam um design mais inovador e industrial?
• Dos ambientes que eu gostei mais, quantos eram mais minimalistas e quantos eram cheios de objetos?
• Gostei mais de ver carpetes ou pisos frios? Azulejos ou pastilhas?

Gostaram? Ainda tem mais, viu?
Até o próximo post pessoal!

Beijos,


Priscila

4 comentários:

  1. Oi flor amei seu cantinho rsrs beijos lindeza ♥

    visite meu blog : http://dicasdakauany.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kauany,
      Obrigada pela visita, querida!
      Pode deixar que visitarei sim.

      Beijo

      Excluir
  2. Olá adorei seu cantinho e seus conteúdos , parabéns e sucesso.

    http://carolineoliveiramodafeminina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caroline,
      Obrigada pelo carinho e pela visita :)

      Beijos

      Excluir

Obrigada por visitar o meu Cantinho!
Ficarei muito feliz em ler seu comentário e irei responder o mais breve possível.
Beijos :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...